Tudo o que você precisa saber sobre cirurgia refrativa

 

Um método cada vez mais procurado pelas pessoas com problemas oculares é a cirurgia refrativa.

Também conhecida como cirurgia a laser, a cirurgia refrativa é um procedimento cirúrgico que corrige as refrações oculares, ou seja, miopia, astigmatismo, hipermetropia e outros.

Este método está se mostrando muito eficaz, neste artigo você vai saber tudo sobre a cirurgia refrativa.

cirurgia refrativa

 

O que é refração?

 

Erros de refração são as anomalias oculares, são elas:

 

Presbiopia: é a dificuldade em enxergar objetos próximos especificamente devido a velhice

 

Hipermetropia: é a dificuldade em enxergar objetos próximos, é o contrário da miopia. A imagem feita pelo  olho é enviada para um ponto depois da retina.

 

Miopia: é a dificuldade em enxergar objetos longe, a imagem feita pelo olho é enviada para um ponto anterior a retina, desse modo a imagem fica desfocada. Há diversos níveis de miopia.

Quanto maior o grau de miopia, maior a dificuldade na visão. Estimasse que ¼ da população mundial sofra de miopia, e esse número vem crescendo cada vez mais.

 

Astigmatismo: é a dificuldade em enxergar objetos a distância ou próximos, o astigmatismo é um tipo de deformidade na córnea.

Ela faz com que a imagem seja focada em um ponto mais próximo e em um ponto mais longe da retina.

 

Indicações para a cirurgia de refração

A cirurgia de refração é recomendada para maiores de 20 anos, pois é nessa faixa etária em o grau ocular se estabiliza.

É possível fazer a cirurgia para qualquer um dos erros de refração citados.

O Centro de Pesquisas Magill Vision Center e pela Universidade Médica da Carolina do Sul divulgaram pesquisas feitas onde se pode constatar um sucesso no procedimento.

Segundo eles, mais de 95% das pessoas que fizeram a cirurgia de refração aprovaram o resultado. Esse é um número de satisfação muito alto.

 

Procedimentos pré e pós-cirúrgico

A avaliação pré-cirúrgica pode ser feita em um consultório oftalmológico simples, são feitos os exames para medir grau (refratometria), o exame de pressão ocular (tonometria) e o mapeamento da retina.

Alguns exames complementares podem ser feitos, mas no geral são esses.

O pós-cirúrgico pode ou não exigir o uso de curativos.

 

Contraindicações e riscos

Mesmo que a cirurgia refrativa esteja se tornando cada dia mais acessiva e eficaz, ela não é recomendada para todo mundo.

Por exemplo, gestantes, pessoas com doenças autoimunes, glaucoma e diabetes não devem fazer esse procedimento.

Alguns tipos de problemas oculares também não têm muita recomendação. Pessoas com problemas visuais infecciosos como conjuntivite, ceratite, úlcera de córnea e blefarite não devem fazer essa cirurgia.

Os riscos atualmente são mínimos, quase impossíveis mas podem ocorrer, são eles: ver pontos luminosos, ver coisas que não existem (visão fantasma), síndrome do olho seco e visão múltipla.

cirurgia refrativa

 

 

Esse novo método moderno de cirurgia refrativa é considerado como uma das maiores contribuições para a oftalmologia dos últimos tempos.

O nível de eficácia é enorme e cada vez mais pessoas estão fazendo.

 

Espero que tenhamos sanado suas dúvidas, obrigado!

 


Cirurgia refrativa para miopia, hipermetropia e astigmatismo. Sua Visão Merece o Melhor!

cirurgia refrativa é um procedimento para corrigir problemas de visão como a Miopia, a Hipermetropia e o Astigmatismo de maneira que o paciente não precise mais usar óculos ou lentes de contato.


Powered by WP Bannerize

 

Tudo o que você precisa saber sobre cirurgia refrativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tema otimizado por Dharma Saúde - Marketing Digital para profissionais da Saúde.